sábado, 14 de abril de 2018

Fala me de ti... Quebra do Silêncio #7

Olá docinhos !!!

À tanto tempo que não vos trazia uma entrevista por aqui , e desta vez uma muito especial pois é uma blogger que admiro imenso , a autora do blog Quebra do Silêncio  , vamos começar !
1. Marina : Quem é a Mel? Fala me um pouco de ti...
Mel: Sou péssima a apresentar-me, mas cá vai: sou muito sonhadora, emotiva e reservada. E rio-me com muita facilidade (às vezes chega a ser problemático).

2. O que mais gostas de fazer nos teus tempos livres?
 M: Adoro ler, faça chuva ou faça sol. De resto, como sou muito apegada com o meu namorado dedico o tempo livre juntamente com ele, seja para ir ao cinema, visitar monumentos e zonas históricas, ver séries, entre outras actividades.


3. Qual é a tua comida favorita? 
M : Se me tivesses feito essa pergunta há onze anos atrás, quando eu ainda comia animais, a resposta seria “Nenhuma”. Comer era pior do que um tormento para mim. Agora gosto de tantas comidas que não tenho só uma preferida: tofu com broa, esparguete com cogumelos e molho de natas e fusilli no forno com uma boa camada de queijo são algumas delas. Tudo vegetal, claro J
Também gosto imenso de uma maravilhosa lasanha do The Tasty K, que traduzi e partilhei no blogue. Recomendo totalmente, é mesmo muito boa.


4. O que vês quando te olhas ao espelho? 
M: Como estou a tentar reconciliar-me comigo própria não consigo dar-te uma resposta concreta. Só recentemente comecei a ter alguma auto-estima, o que às vezes apoquenta-me por ser uma sensação nova. Há momentos em que adoro o que o espelho reflecte e outras em que não vejo coisa alguma, não só a nível físico como também emocional, que é muito mais importante.


5.Quando te tornaste vegan e porquê?
M: Sempre gostei de animais mas nunca pensei muito naquilo que comia, nos produtos que usava e nas roupas que vestia. Sabia que a carne provinha de animais mas, ao mesmo tempo, não a coligava a eles. Soa um pouco estranho, mas esta dissociação é muito comum. Um dia, encontrei uma galeria de fotografias que mostravam uma pecuária padrão. Todas me chocaram mas a pior foi a de um bezerro degolado, com o seu corpinho estendido numa poça formada pelo seu próprio sangue. O facto de ser um bebé horrorizou-me e bastou para a minha consciência ser abanada do torpor.
Não me lembro exactamente quando abracei completamente o veganismo porque foi uma evolução gradual. Se não estou enganada foi em 2013, com muita ajuda do meu namorado (que é vegano de berço) e a devorar artigos e livros. É que o veganismo não se baseia somente na alimentação e tive de me informar bastante em vários assuntos, principalmente sobre as marcas que são testadas em animais. 


6. Alguma vez levaste alguma "boquinha" por seres vegan? Quando começaste a fazer a transição alguém se opôs? 
M: É impossível uma pessoa vegana escapar a provocações e eu, obviamente, não fui excepção. Dizem que o veganismo é complicado, mas isso não é verdade: complicado é lidar com pessoas que pensam ter direito em massacrar-nos só por rejeitarmos a violência contra os animais. Nunca percebi onde as pessoas encontram graça no sofrimento e na morte de biliões de animais e, sinceramente, nunca me esforcei muito para o compreender. Acho, até, um bocado assustador.
Os meus pais opuseram-se terminantemente quando decidi não comer mais animais: foi numa altura em que ainda não se falava muito do vegetarianismo e, muito menos, do veganismo. Não existia informação quase nenhuma e houve quem se aproveitou disso para deitar lenha na fogueira e colocar os meus pais ainda mais contra mim. O ambiente familiar foi muito hostil até eles perceberem que os seus preconceitos eram infundados.

❀❀❀❀❀
7. O que falas no teu blog? 
M: Escrevo sobre tudo o que possa estar relacionado com os direitos dos animais, tanto a nível teórico como prático. Actualmente tenho divulgado temas mais práticos, como alimentação sem crueldade e marcas não testadas em animais, mas relato sobre tudo um pouco. É uma miscelânea, como gosto de o definir.

8. Porquê o nome "Quebra do Silêncio"? 
M: O blogue chamava-se Grito Silenciado quando o criei (daí o url, não consegui mudá-lo). Depois fechei-o durante algum tempo e quando tornei a activá-lo pensei que o meu objectivo com o blogue é falar pelos animais e quebrar o silêncio. O nome actual pareceu-me, por isso, mais adequado.

9. Quando é que ele nasceu? 
M: Sou péssima com datas, como já deves ter reparado. Penso que o criei em 2009, mas depois fechei-o em 2011 e reactivei-o definitivamente em 2013.


10. Qual é o objectivo do teu blog? Falar pelos animais. Eles bem que nos comunicam, à maneira deles, o mal que lhes fazemos mas preferimos continuar a ignorá-los. Uma voz humana sempre chama mais a atenção.
Para além disso, o blogue tem o propósito de sensibilizar, de inspirar e de mostrar como os direitos dos animais são também importantes. E que, apesar de parecer o contrário, é muito simples vivermos bem sem matarmos nada nem ninguém 



O que é pior... 



11. O que é pior ...estares a comer algo e reparares que tem carne ou alguém te "melgar" durante dias seguidos que tens de comer carne e tal porque faz bem? 
M: Nunca permitiria que alguém me chateasse durante dias seguidos com isso, pelo que é bem pior descobrir um pedaço de carne na refeição. Já me aconteceu quando como fora de casa e por isso prefiro ir a restaurantes vegetarianos.



12. O que é pior... reparares que tens um pouco de alface entre os dentes e estiveste a conversar com alguém e essa pessoa reparou ou ires na rua apressada para um encontro importante e ao ires na rua pisares um "presentinho "? 
M: Bem, sempre dá para tirar parte do presentinho raspando a sola do sapato no chão ou na relva. Já aperceber-me que tenho um pedaço visível de comida nos dentes depois de ter conversado com alguém, minha nossa senhora das azeitonas, deixa-me um bocadinho envergonhada xD


E pronto docinhos eu espero muuuuito que tenham gostado da entrevista , como eu disse acima , é uma blogger que admiro imenso , adoro o blog dela, repleto de informação , e ela é um amor de pessoa mesmo !

Visitem o blog dela e se quiserem ver mais entrevistas basta apenas irem à tag " FALA ME DE TI" e encontram todas as meninas que entrevistei até agora .

beijinhos bem docinhos !!!

2 comentários: